ABAV

Bem-vindo à

Associação Brasileira de Agências de Viagens

Facebook    Twitter
   

TV ABAV

Vídeo em destaque
  • ABERTURA ABAV 2008 Data: 19/12/2008



    Feira das Américas marcada por discursos otimistas



    Ministro do Turismo e três governadores de Estado prestigiam solenidade

    O auditório principal do Riocentro recebeu público aproximado de três mil pessoas para o lançamento oficial do Evento ABAV 2008. Entre os presentes, o presidente da ABAV Nacional, Carlos Alberto Amorim Ferreira, o Kaká; os governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral; de Minas Gerais, Aécio Neves e de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira; o ministro de Turismo, Luiz Eduardo Barretto, a Presidente da Embratur, Janine Pires; o deputado federal e presidente da Comissão de Turismo da Câmara, Albano Franco; secretários municipais e estaduais de Turismo, ministro de Turismo de países latino-americanos, presidentes de ABAVs estaduais e representantes os mais diversos de toda a cadeia turística.

    Em seu discurso, o presidente da ABAV Nacional, Carlos Alberto Amorim Ferreira, fez uma longa exposição sobre os temas cruciais do turismo brasileiro e o papel do novo agente de viagens no processo de crescimento e consolidação desta atividade econômica no país. Mencionou o avanço havido na relação entre o setor de agenciamento e as companhias aéreas nacionais, as parcerias estabelecidas com o SEBRAE Nacional e a Lei Geral do Turismo.

    O governador de Santa Catarina (Estado-patrono do evento), Luiz Henrique da Silveira, citou os exemplos das cidades européias Rotemburgo (Alemanha) e Bilbao (Espanha) como fonte inspiradora para a política catarinense de Turismo. Já o governador Aécio Neves, de Minas Gerais (Patrono do Evento ABAV de 2009), destacou a importância daquele Estado para o turismo receptivo brasileiro, a despeito de não ser banhado pelo mar. “Minas concentra 60% do patrimônio histórico brasileiro tombado”, salientou o governador.

    O ministro do Turismo, Luiz Eduardo Barretto, descreveu os avanços alcançados a partir de 2003, incluindo o salto do orçamento de R$ 377 milhões naquele ano para R$ 2,7 bilhões em 2008. Segundo Barretto, a crise que hoje se abate sobre a economia internacional deve ser vista pelo seu aspecto positivo. Ou seja: com o dólar mais alto em relação ao real, o produto turístico brasileiro se torna mais barato e competitivo. Destacou a campanha “Brasil – Vendo Melhor” e conclamou todos os agentes de viagens e operadores turísticos a investir mais no turismo receptivo.

    O discurso final coube ao governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, que na qualidade de anfitrião do Evento ABAV, deu boas vindas a todos os participantes. A solenidade foi encerrada com uma belíssima apresentação artístico-cultural do Estado de Santa Catarina. Dança, música e vídeos mostraram as nuances culturais e naturais daquele Estado, onde o turismo cresce a taxas anuais superiores à média nacional.